quarta-feira, 15 de maio de 2013

O amor não é um sentimento

 
Diálogo do filme "A essência do amor ( To the wonder): " O amor não é apenas um sentimento. O amor demonstra-se"

“Já afirmei que o amor é uma ação, uma atividade. Isso leva-nos à ultima das principais conceções erradas que temos de abordar. O amor não é um sentimento. (…) A vulgar tendência para confundir o amor com o sentimento de amor, permite às pessoas todas as formas de se enganarem a si próprias. (…) O amor é como o amor age. O amor e o não-amor, como o bem e o mal, são fenómenos objetivos e não puramente subjetivos.”
M. Scott Peck O caminho menos percorrido Sinais de Fogo
Nunca gostei daquela frase do livro “O principezinho” que diz qualquer coisa do género: “O essencial é invisível para os olhos, só se vê com o coração”. Se tivesse vontade de alcançar os seus possíveis sentidos ocultos, a afirmação poderia tornar-se mais aceitável. Não tenho vontade. Não gosto, porque acredito que o amor e o não-amor, como o bem e o mal, demostram-se pelas ações de cada um.
Mas a nossa natureza resiste. Procuramos significados no comportamento do outro que simbolizam amor, mesmo que as mensagens possam ser ambíguas, ou mesmo contraditórias. Poderemos ficar presos na procura da obscura revelação. Mais um gesto nosso, só mais um, ele talvez se revele, e se renda.
Olhando para trás, sentimos que é de fato doloroso e difícil, procurar essas provas e aceitá-las, se se recebeu menos amor do que se desejava ter recebido.
A reter que o amor é ação, dá-nos a responsabilidade e a necessidade de compromisso perante o outro. Estamos prontos para convocar o amor?


 

2 comentários:

Anónimo disse...

Existem muitos tipos de amor, para mim o amor é um sentimento q nos leva a voar q nos faz sonhar, pode não ser demonstrado não só por palavras mas por acções,tenho alguma dificuldade em dizer o q sinto, logo o meu amor é muitas x demonstrado pelas minhas acções, o meu amor incondicional esse sim é demonstrado por palavras e ao mesmo tempo pelas minhas acções é um amor desinteresseiro só neste amor sincero verdadeiro depositamos o nosso mais intimo sentimento sem estar á espera de uma contrapartida ,o amor é a essência da vida faz-nos crescer sem ele não á criação, evolução!!

cristina simões disse...

Todos nós temos a nossa interpretação do amor, mas o que importa é que o modo como o definimos nos ajude no entendimento de nós mesmos e das outras pessoas, sabermos reconhecê-lo, mas também a nos protegermos do desamor. Mas de fato ele não é um sentimento. A investigação científica revela que o amor envolve diversas componentes como a comunicação….
Quanto às suas diversas manifestações, ao escrever “ele é como age”, não significa que seja sempre atento ou responsivo. Às vezes é muito distraído. Mas o amor é preocupação com o outro, e se este precisa, o amor revela-se conforme responde a essa necessidade.
Obrigada pelo seu comentário