terça-feira, 4 de junho de 2013

Sem consciência - A MÁSCARA


Remedios Varos

" A parte oculta deste iceberg pode ser encontrada praticamente em qualquer parte, no trabalho, em casa, nas diversas profissões, no exército, nas artes, na indústria do entretenimento, nos meios de comunicação, na academia e no mundo do colarinho branco. Diariamente, milhões de homens, mulheres e crianças passam por momentos de terror, ansiedade, dor e humilhação nas mãos dos psicopatas existentes em suas vidas.
É trágico como essas vítimas, com frequência, não conseguem fazer os outros entenderem o que elas estão passando. Os psicopatas são especialistas na arte de provocar uma boa impressão de acordo com a sua conveniência e costumam pintar as vítimas como verdadeiros vilões. Uma mulher, terceira esposa de um professor de 40 anos de idade, disse-me recentemente: “Durante cinco anos, ele me traiu, me apavorou, falsificou cheques da minha conta bancária. Mas todo o mundo, inclusive meu médico, meu advogado e meus amigos, colocavam a culpa em mim. Ele conseguiu convencer a todos de que era um homem bom e honesto e de que eu estava ficando louca. Fez isso tão bem que eu mesma cheguei a acreditar. Mesmo depois que ele limpou a minha conta no banco e fugiu com uma aluna de 17 anos de idade, muita gente não conseguia acreditar; alguns queriam saber o que eu tinha feito para que ele agisse de modo tão estranho.”
Robert D. Hare Sem consciência. O mundo perturbador dos psicopatas que vivem entre nós Artmed

Embora pareça que não há escapatória possível a estas experiências indiscritíveis e humilhantes, sendo verdade que algumas estão para além do controle das vítimas, o psicólogo Robert D. Hare, deixa no seu livro, alguns conselhos apresentados aqui de modo muito sucinto: Procurar aconselhamento profissional; Não se culpar, nem pelas suas atitudes nem pelas atitudes do outro, que impôs as regras; Não se sentir sozinha, se tiver coragem de indagar, descobrirá um ninho de ratos nas palavras do psicólogo, ou seja, outras vítimas do mesmo individuo, que passaram ou passam por situações semelhantes, de abuso emocional, despojadas de seus bens, e da estima por elas próprias que é a maior riqueza que podem ter.

E por último, a melhor defesa:

"Conheça-se a si próprio. Os psicopatas são hábeis em detetar e em explorar cruelmente os pontos fracos da outra pessoa; conseguem descobrir os botões que devem apertar. A melhor defesa é entender os pontos fracos e ser extremamente cauteloso com qualquer um que concentre a atenção em si próprio. Julgue essas pessoas de um modo mais crítico do que você faria com outras menos interessadas em suas vulnerabilidades ou menos atentas a elas."

E não esquecer que os move, o desprezo e a dissimulação (ocultadas pela sedução...)
As palavras do Dr Robert Hare: http://www.youtube.com/watch?v=t4d4euAOq7s.

Sem comentários: