domingo, 19 de agosto de 2012

Paradoxo da arrogância

 
Paper Sculpture Sir Antony Caro 1981

Quanto mais vazio é o homem, mais se encontra cheio de si mesmo” Puchkine
Ou o paradoxo do narcisismo - a inflação máxima do eu, que ao acumular títulos, diplomas, fortuna ou poder, a fim de encher o vazio, se valoriza a si mesmo não deixando espaço para um outro, ou para o pacifico convívio consigo próprio.

2 comentários:

Líbia Tavares Telles disse...

Caramba! Perfect!

cristina simões disse...

Olá Líbia. Há montes de paradoxos - uns são mais fáceis de abordar do que outros. Mas o mais difícil será o próximo, sobre a procura do amor.
Fique bem